quinta-feira, 1 de março de 2012

O tal "Nhoque do dia 29"!

Gentem, agora o momento gastronômico no meu site!
Sempre ouvi falar do tal :nhoque do dia 29, mas jamais fui a fundo para saber o que realmente significava.
Eis que, ontem... batendo papo com dona Marília (amiga virtual, ainda, de Orkut, MSN e Facebook )eis que ela me conta que havia feito o tal do nhoque. E melhor ainda, as colheradas! Ah... já fervilhou na hora uma ideia para o jantar, e lá fui eu atrás da tal receita de Nhoque de Colher.
Internet é uma maravilha, não é não gentem?
Tudo que a gente quer encontrar, basta dar um pesquisar e ... tcharam... a gente acha "trocentos" links sobre o assunto.
E foi em um deles, onde encontrei minha receitinha para o jantar.
O molho que fiz foi bem artesanal, ou seja... nada de frescurites. Tomates, cebolas, alho e no final orégano prá dar aquele cheirinho. Nada de bater no liquidificador! Tudo picadinho bem fininho e refogado no azeite.
Não preciso dizer que ficou muito bom, né!
Modestia parte, eu cozinho muuuito! Rsrsrsrs, é prá descontrair, gentem!
Bem, conta a lenda que devemos comer o tal Nhoque no dia 29, como ontem foi um 29 de Fevereiro... nada melhor que esta data. Temos que colocar uma nota de dinheiro debaixo do prato e comer 07 nhoques em pé, depois a gente pode sentar. Pelo menos foi o que encontrei aqui neste link.
Bem vamos então para a prova do crime:


Um close do dito cujo.


A composição para o jantar: Nhoque do dia 29,  queijinho ralado, file de frango, saladinha mista, arroz integral, suquinho ligth e gelatina diet. Sou ou não sou uma cozinheira de mão cheia?

Um comentário:

  1. Ohhhhh!!!! Que beleza, dona Carmem! Adorei!!!!! Parabéns!

    ResponderExcluir