sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Kefir e Iogurte Infinito... que raios seriam isso?

Gentem, em minhas "fuçações" pela internet, eis que um belo dia me deparo com um artigo sobre o tal do Kefir.
Daí, a pessoa que já não inventa normalmente... vai se meter a descobrir quem poderia doar... sim, pois Kefir ou Infinitos devem ser doados e jamais comercializados...e não é que consegui.
Bem deixa eu contar a estória direito não é?!
Começando do começo... Kefir e Infinito são nada mais nada menos que probióticos.
Li muto sobre serem usados no acompanhamento de diversas patologias, entre elas o câncer.
E isso foi o "start" para que eu fosse atrás de uma doação.
Conversando com amigas, encontrei uma que a irmã também teve câncer de mama e que estava fazendo uso do tal Kefir.
Nem preciso dizer não é mesmo... fiquei como uma sarna atras dessa doação.
Mas eram tantas coisas acontecendo que nunca calhava dessa amiga conseguir pegar a muda para mim.
Bem, resumindo, passaram-se vários meses e um belo dia... eis que minha amiga chega com a doação.
Fiquei super entusiasmada, e já fui logo buscando tudo sobre Kefir na internet... como reativar, como cuidar, como congelar, como utilizar, receitas, etc, etc, etc... até que cai de para quedas em um grupo no Facebook.
Daí então estava realmente esclarecido toda a coisa sobre o Kefir, e ainda de quebra... comecei a almejar o tal do Iogurte Infinito ( infinitamente mais fácil de manejar do que o Kefir).
Bem gentem, resumindo, com o uso do Kefir por 4 meses, e olha que era só o cream cheese que eu preparava a partir do leite fermentado, acabei saindo dos 71 quilos para os  63 quilos.
Até minha oncologista questionou a perda de peso, inclusive me carregou de exames para ver se de repente minha tireoide não havia surtado.
E o resultado, quer dizer... os resultados... foram todos normais e realmente foi o tal do Kefir quem levou a essa perda de peso.
Não sei se para todas as pessoas ele funciona da mesma maneira. Mas para meu organismo ele foi excelente.
Meu intestino é uma praga, não funciona nem a pau... dias de preguiça sempre e como resultado... mal humor sempre também.
Com o uso do Kefir ele começou a entrar na linha.
Mas com o Iogurte Infinito daí sim a coisa se acertou de vez.
Vou deixar aqui para vocês o link do grupo do Facebook - Amigos do Kefir Oficial.  Lá se consegue muita informação sobre, bem como doação de mudas. Os Infinitos Caspian e Bulgaricus eu consegui através de doação de uma das administradoras do grupo, a Aninha :pessoa, super, hiper, mega, fofa!
Parei de usar o Kefir faz dois meses e só estou utilizando o Infinito Bulgaricus da mesma forma, ou seja em cream cheese. Não tive mais perda de peso, estou apenas mantendo os meus 65 quilos.
Não sei se iria perder mais peso se continuasse com o Kefir, resolvi por bem não arriscar... não é legal entrar nessa de perder peso sem indicação médica não é gentem.
Bem, abaixo como sempre... "fotenhas" e mais descrições.
Gentem, é claro que eu perdi muitas fotos... então.... as que tenho são apenas estas que estarão abaixo. Vou tentar descrever como comecei, mas o sr. Google está lançando as fotos fora de ordem... então... relevem, certo?!

Quando iniciamos normalmente o Kefir vem nessa forma, ou seja... os grãos de Kefir. Eles podem vir congelados, ou já descongelados. Ai irá depender do quanto próximo de seu doador estiver.

 Essa já é a fase final do preparo... relevem.... a gente sempre tem que colocar ou um tulesinho ou um pedaço de papel toalha e prender com um elástico de cabelo (como na foto) para evitar que insetos, formiguinhas, etc, entrem dentro do preparado e o contaminem.
A medida na média é de 1 colher de grãos para 300ml de leite integral.

A gente deve deixar em temperatura ambiente em um local onde não se bata no frasco, e onde ele fique "quietinho", eu deixo dentro do armário da cozinha.

 Aqui esta o Kefir que foi adicionado leite e deixado em descanso em temperatura ambiente . No caso... aqui na minha cidade leva cerca de mais ou menos 12 horas para ele ficar consistente. O Kefir irá fermentar o leite que colocarmos, e é esse fermentado que iremos preparar para o consumo. Os grãos de Kefir sempre deverão ser separados do fermentado. E são eles que serão doados.
Após as 12 horas em temperatura ambiente eles deverão ser peneirados .

 Aqui iniciando o processo de separação dos grãos do leite fermentado. Tudo com uma bela peneira, de preferencia com a trama em inox. Lá no grupo do Facebook que deixei o link dá para vocês entenderem melhor como é feito todo o processo.

 E o final é isso aí, apenas os grãos que irão novamente ser usados para fermentar mais leite, ou se você preferir, serão congelados para uma doação ou uma posterior reativação. Os grãos desta forma duram congelados mais de um ano. Nunca esquecer de identificar a data, afinal a gente guarda no freezer e se não identificar, com certeza não irá lembrar quando o fez.

Aqui o produto apos peneirado. Este está pronto para consumo após deixarmos algumas horas em geladeira. Confesso que não consegui consumir desta forma pois era muito ácido. Então a maneira que descobri para utilizá-lo foi preparando o cream cheese a partir desse.
Então você coloca esse produto agora para filtrar em um daqueles coadores de pano ou de tnt e deixa dentro da geladeira por pelo menos 12 horas.. 
A porção que permanecer dentro do coador é o cream cheese, que poderá ser misturado a uma geleia de frutas, ou a um pouquinho de sopa de cebola em pó, daquela que a gente compra no supermercado. Fica super bom. E foi desta maneira que consumi o Kefir por mais ou menos 4 meses diariamente, umas duas a três vezes ao dia.
O filtrado desse produto, é o Whey Protein que o pessoal de academia consome a rodo! Lá no grupo do Facebook o pessoal ensina receitas para utilizar esse filtrado. Ele é riquíssimo em proteínas do leite e tem várias utilizações.

Este é o Whey Protein , o que passou pelo coador. Este usam para  culinária e também para deixar o feijão de molho, para passar nos cabelos, adubar plantas (mas cuidado pois tem que ser diluído pois senão... matará suas plantinhas) e outras coisas mais...

Ah, nas minhas experiências também tentei fazer queijo a partir do Kefir. Não fica assim um "quuuuuuueeeeeijo" que estamos acostumados a comprar, mas é um queijo sim, e é totalmente natural. Dá até para cortar, mas é bem trabalhoso viu!


Aqui são os Iogurtes Infinitos, e infinitamente mais fáceis de se manipular.
O B é de Bulgaricus e este iogurte é mais consistente. O C é de Caspian e este é mais viscoso.
Eu preferi o Bulgaricus depois de ter reativado os dois que consegui por doação lá no grupo.

O processo é parecido, você recebe a muda e deve reativá-la. Aqui, para cada 1 colher serão 100ml de leite e assim por diante.
Você coloca o leite, mexe bastante para dissolver a muda no leite, cobre como no Kefir e deixa em temperatura ambiente. Aqui em casa, mais ou menos umas 6 a 8 horas e ele já esta firme. Você mexe no frasco e ele não se desmancha. Daí é só colocar na geladeira por uma hora e já está pronto para consumo. Lembrando que antes de consumir, você deve retirar 1 colher do produto para continuar com a multiplicação em um novo leite, ou para congelar para uma reativação posterior ou para doação.
Toda vez , lembrando de anotar a data de congelamento. Eu uso filme plástico para envolver o produto e guardá-lo no freezer.


Aqui eles após umas 6 horas, já estão bem firmes.
Depois de colocados na geladeira por uma hora , você também poderá fazer o cream cheese do iogurte infinito. E é a forma como estou consumindo também, ou apenas adoçar o iogurte e tomá-lo.
O processo é o mesmo do Kefir, coar no filtro e com o que ficou no coador misturar ou geleia ou algum temperinho de sua preferência.. E o filtrado que sobra é o Whey Protein... lembram?!


Aqui a forma como recebi a doação. Veio pelos Correios e foi a Aninha, administradora do Grupo Amigos do Kefir Oficial quem me enviou.


Olhem só o cuidado que ela teve em embalar para o transporte.
Grata pela eternidade a você Aninha!

Eu fiz várias coisas com esses probióticos, pães (ficam maravilhosos), iogurte Grego (é o mais consumido por aqui) , cream cheese de vários sabores.. é só usar a criatividade. Até tentei fazer o Yaculte com o Whey Protein mas não deu muito certo, gelatina também fiz, só que usando o agar agar.
Bem gentem, é uma infinidade de coisas que se pode fazer com essas belezinhas, até utilizá-las nos cabelos, na pele... mas isso ainda não testei.
Passem lá pelo Grupo do Facebook e leiam o que existe por lá. 
Com certeza, vocês irão se interessar assim como eu.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Ireland the Emeral Isle

Gentem, gentem, gentem!!!
Quem diria que um dia nesta minha vidinha eu iria atravessar o Atlântico e parar na Europa!
Pois é! E não é que eu fui?!
Depois de ter perdido minhas milhares de fotos tiradas em viagens que fiz (o infeliz do HD externo pifou, meu notebook foi para o além e... pasmem... eu não tinha as fotos salvas em um pen drive!), resolvi desta vez colocar aqui no blog.
Quem sabe assim, não as perco mais não é mesmo!
Em Setembro do ano passado fui conhecer a Irlanda.
Fiquei lá 15 dias e confesso que ficou muita coisa para ser visitada em uma próxima viagem, se a mesma existir.
Gentem, esse país é belíssimo. Coisa de outro mundo mesmo! E é,  não é mesmo!
Já estava começando a esfriar por lá. A estação era o Outono e já dando para imaginar como seria o Inverno.
Frio, muito frio!!!
Tudo lá é em Euros, se você for para o Norte, daí a coisa fica feia pois passa a ser em Libras...
Supermercados dão até desgosto em nós brasileiros pois tudo, eu escrevi... tudo lá é mais barato.
E a diversidade então... o que é aquilo gentem!
Como a Irlanda está quase ali na esquina do Reino Unido os produtos são de primeiro mundo.
Tudo você encontra com o preço atrativo.
Roupas, calçados, alimentação... e por aí vai.
As atrações, diga-se de passagem... Natureza Total, são na maioria pagas.
Castelos, tem aos montes, parques também.
Em Dublin conheci o Jardim Botânico. Belíssimo.
Paisagens da série Game of Thrones conheci algumas. A maioria em Belfast (Irlanda do Norte).
Também conheci Paris, ulá lá!
Como a França é alí do ladinho... os vôos são super baratos (empresas de baixo custo é claro) e super vale a pena se meter a conhecer os países próximos.
Os planos eram de conhecer  Barcelona e Roma, mas o tempo e a grana não deram mesmo!
Se você tiver a oportunidade de conhecer esta ilha esmeralda, como a chamam, não perca por nada!
Irlanda foi um país que deixou vontade de quero mais.
A viagem em si foi bem cansativa.
Na ida e na volta parei em Nova York por 12 horas. Gentem, a gente tem que procurar vôos mais baratos e que permitam conhecermos locais que nem imaginaríamos conhecer não é mesmo!
Nova York, para mim, é uma muvuca. Se bem que só andei ali pelo centrinho ,mas deu para sentir a atmosfera do lugar.
Estava muito quente, com muita gente, muito barulho, muita sujeira... mas era Nova York!!
O Central Park so conheci um trechinho. Muito cheio, e já estava bem cansada de tanto andar.
Compras? Nem pensar! Só observei!
Bem gentem, vou colocar uma "fotenhas" dos lugares para vocês verem a beleza que é a Natureza.



 Predinho básico do Trump

 Bloomingdale's, andei, andei, e andei dentro desta loja e me senti uma proletária!

mais ...

 mais...

 mais,

 e essas foram especialmente para minha amiga Roseli !

Rô, pena que não dava para trazer!

 Times Square

Central Park

 Pizzzzzza!!!

 Começando a conhecer a Irlanda... próximo ao lago da Cervejaria Guinness

Agora sim, lago da Guinness

 Giant Causeway

 Giant Causeway

 Giant Causeway

Isso é obra da Natureza, Giant Causeway

Para vocês terem noção da altura dessas pedras todas em formado hexagonal e empilhadas com o capricho das mãos do Cara lá de Cima

 Natureza irlandesa...

 Giant Causeway


Giant Causeway
 Giant Causeway

 Giant Causeway

 Bushmills Northern Ireland. Este castelo e da série Game of Thrones, mas também chegamos fora do horário e não conseguimos entrar.

 Bushmills


 Bushmills

 Bushmills, cena de filme"


 Bushmills

 Portmarnock, e sim! Proibido baderneira, bebedeira e outras coisas mais!


 Portmarnock, e sim! Temos multa para proprietários não responsáveis!

 Jardim Botânico

  Jardim Botânico, Tia Odete...olhe este Sapatinho...

  Jardim Botânico... e outro Sapatinho...

  Jardim Botânico

  Jardim Botânico

 Um cemitério dentro das instalações do Jardim Botânico, 
Glasnevin Cemetery Museum

  Jardim Botânico

 Paris com suas árvores vestidinhas

 Paris e suas árvores vestidinhas

 A poderosa Tour Eiffell

  A poderosa Tour Eiffell

  A poderosa Tour Eiffell

 Vista da cidade do alto da Tour Eiffell

 Arco do Triunfo

 Champs Elysee

 Museu do Louvre

 Museu do Louvre

 Monalisa...este quadro é minusculo se comparado aos grandes painéis que existem no Louvre.
Só para não dizer que não a vi.

 Museu do Louvre , parte externa

 Prédio da Prefeitura de Paris

 Arco do Triunfo do Carrousel

 Ainda a Prefeitura. O prédio é belíssimo

 Notredame

 Notredame

 Vitrais de Notredame...

 mais vitrais...

 e mais vitrais. São muito lindos!

 Outro lado de Notredame

Rio Sena

 Blarney Castle... e lá fui eu beijar a pedra da Eloquência!

 Blarney Castle

 Blarney Castle

Eu beijei a pedra da Eloquência! Isso é alto para caramba!!

 Jardins de Blarney

Olha elaaaa! Toda resguardada...vai que alguém se mete a pegar não é mesmo!
Vale lembrar que esse é um Poison Garden

 Poison Garden

 Poison Garden


 Blarney Castle, esta parte é aberta a visitação somente no verão. O dono mora, inclusive, ai!


 Blarney Castle... e segue abaixo mais fotos deste castelo belíssimo...









 Cork

 Cork

 Castelo de Cashel

 Jardim na rua próximo ao Castelo de Cashel

 Forty Foot, um Pub em  Dublin. Eu, Alexandre, o irmão do Ale - Afonso e sua esposa Virginia.
Foram nossos anfitriões... sim, só existiu a viajem pois a estadia foi na faixa!!!

 A caminho da Irlanda do Norte

 Aqui se aproveita a energia eólica

 Cliffs of Moher Galway

  Cliffs of Moher Galway


  Cliffs of Moher Galway

Cliffs of Moher Galway, sente a altura em que estou.

 Ovelhas... temos váaaaaaarias por todo o lado!

 E elas são marcadas com cores diferentes para saberem quando tosarem.

 Museu Titanic em  Belfast, seguem abaixo fotos do interior...




 Representando o Titanic. Este Museu tem em seu interior toda a estória deste navio. Vale a pena a visita. Mas... preparem-se pois é cobrado ingresso em Libras...

Táxi inglês, sim. estamos no Reino Unido!


Bray, aqui passa um trem que atravessa a montanha...

Bray

Kylemore Abbey, este castelo está em reforma. Diz a estória que seu proprietário o construiu para sua esposa que acabou falecendo e não usufruindo do mesmo.
Infelizmente, depois de trocentos quilômetros de estrada, quando chegamos ao local ele já havia encerrado suas atividades e não pudemos conhece-lo.

Kylemore Abbey, e sim...aqui se dirige ao lado esquerdo!

Carrick a Rede Rope Bridge outra locação de Games of Throne

Tollymore, cenário de Game of Thrones

Dublin

 Deixando a Irlanda para trás
...

quem sabe um dia eu volte...